sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Treino por potência com o TrainerRoad.com

Depois de alguns treinos com a potência estimada do Kinetic RoadMachine eu estava com uma ideia muito interessante, mas aí veio uma empresa e fez o software que eu tinha imaginado ;-).

Buenas, o TrainerRoad faz algo muito simples: ele calcula a potência instantânea com base na velocidade e modelo do rolo, como explicado no link acima. Faz isso lendo online o sensor de velocidade/cadência do garmin através do ANT+ Stick conectado na USB do computador. A partir disso o resto é aplicação, que é bem legalzinha embora ainda padeça de alguns bugs básicos.

A tela do trainerroad minimizada horizontalmente com o vídeo no mediaplayer.
A cada intervalo um resumo é exibido no canto direito.
A potência alvo e a instantânea e cadência são os principais dados, mas o tempo,  FC e
os gráficos dos intervalos também são bem úteis. Neste treino era o Iron havaí 2011 passando.
Quase peguei o Cris Lieto na bike ;-).

O programa fica instalado no PC, mas é vendido na forma de serviço por U$ 10/mês. Não precisa de conexão internet pra funcionar (pra quem quer usar no porão) mas a cada 30 dias ele vai pedir pra conectar e revalidar a licença. O aplicativo é fortemente integrado ao site, que tem funcionalidades tipo o garminconnect além de uma série de treinos prontos (mais de 250), focados nas várias especificidades fisiológicas - tem montes de treinos de Endurance, Tempo, Limiar, VO2MAX, etc.

Agora na última versão soltaram um editor de treinos que permite construir um treino customizado e publicar. O que eu tenho feito é criar os treinos da planilha lá e então usá-los diretamente. O editor é a parte mais buggada da coisa, tem umas artimanhas pra que ele registre direito os intervalos, mas não é complicado e logo deve vir uma versão nova, pois está num beta.

É claro que sempre se pode construir o treino no garmin e segui-lo à risca, mas achei que fazer isso no PC é bem melhor. Primeiro porque normalmente você já está vendo algum vídeo nele, e depois porque tem a parte visual, o software vai mostrando a execução dos intervalos propostos, que são destacados com barras verticais e uma linha de potência e FC vai andando conforme você anda. Além disso permite colocar dicas nos intervalos e mostra as dicas e o resumo de cada intervalo por numa box transparente por cima de todas as janelas abertas. Coloco a cadência a seguir em cada intervalo, por exemplo, aí além dos beeps de início do intervalo e todas as variáveis ele ainda mostra o texto que você cadastrou para o intervalo.

Um recurso bem legal é a pausa automática, ele pára o treino quando a velocidade cai a zero por 3 segundos. Muito fácil fugir pro banheiro sem esquecer de parar o negócio. Ele também permite sincronizar os treinos com os vídeos do The Sufferfest, normalmente disponíveis para o computrainer.

Os dados também podem ser exportados num arquivo .tcx e exportados manualmente para o garminconnect. Parece que para o Trainingpeaks já tem integração direta. O treino de hoje está aqui. Tem um bug na exportação que não cria os intervalos no garminconnect, mas no site fica bem registrado.
Treino no garminconnect
O resumo é que é um software de 10 dólares/mês que transforma o rolo numa espécie de computrainer barato com um medidor de potência bem exato (no caso, depende totalmente do rolo. O RoadMachine é a referência). Ainda não tive coragem de me comprometer com um powermeter e tenho a nítida impressão que seguir um treino por potência na rua não deve dar certo, exceto os longos. Não tem como botar essa intensidade com esse controle na rua. E nos longos ficar olhando pra potência deve ser algo muito chato. Mas vamos ver os resultados, pois competir com isso é uma vantagem tremenda já que tudo que você tem que fazer é ficar lá na potência certa esperando o ciclismo acabar para então correr bem ;-).

Como agora o que eu tenho que fazer é melhorar o FTP, esses programa vem bem a calhar. Tá difícil fazer as coisas com esse calor louco, é um suadeira de dar nojo, mas sobrevivendo a isso o resto vai ficar fácil ;-). O ventilador não dá conta, vou ter que comprar um mais potente.

7 comentários:

  1. Q legal.
    Treino no rolo e foco na veia.

    ResponderExcluir
  2. Muito legal Pina!

    Tchê eu acho que no meu não vai funfar, eu tenho um sensor de cadência/velocidade da garmim, mas infelizmente o suporte da velocidade quebrou, só ta funcionando a cadência :(. pelo que entendi ele precisa da velocidade ok?
    O meu garmim é um 310xt.
    Fiquei com vontade de usar o programinha hehe.
    Abração e vlw por compartilhar.

    ResponderExcluir
  3. Foco total Xampa ! Mas o próximo vai ser com o vídeo do Jornet.

    Kiko, tudo beleza ? Cara, precisa da velocidade, a potência é uma função desta. Não precisa nem do 310, o programa faz as vezes do garmin, basta o sensor de velocidade e o ANT+Stick conectado no PC.

    Abraço e conta aí o que achas se testar.

    Rafael

    ResponderExcluir
  4. Gostei desse brinquedo aí... o problema é que ainda estou pagando a P2, não posso nem comprar uma cueca nova para mim. :-P

    A propósito... também entrei nessa onda, vamos ver se consigo manter atualizado: http://vintesemanas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Fala Milton !
    O rolo não é barato aqui não, se conseguir traga de fora... Inscrito no blog...

    ResponderExcluir
  6. Oi Pina!
    Estou acompanhando o teu blog direto cara, haha, essa tua dia de treino no trainneroad foi de ouro pra mim, também queria algo barato que me ajudasse nos treinos no rolo, que gosto muito mesmo.

    Queria uma ajuda, o que é FTP? como calculo ela?
    Como consigo criar um treino? só vi treino "Free 90" "free 60", não achei nada de criação.

    Quem mandou dar ideia! agora vai ter que ajudar um pouco os amigos :D.

    Ja até coloquei um treino no garminconect e deu tudo certo, falta detalhes pra saber usar direito o "bagulho".

    Abração.

    ResponderExcluir
  7. Legal Kiko ! A ideia é bem essa, difundir as coisas :-).

    Seguinte, FTP é teu limiar anaeróbio na bike, ou limiar de lactato, ou Functional Threshold Power do termo em inglês. Uma boa descrição tá aqui: http://www.peaksware.com/articles/cycling/what-is-threshold-power.aspx

    O melhor é fazer um teste (tem vários protocolos). Na prática seria o máximo de potência que vc consegue sustentar num TT de uma hora. Só que como é o capeta fazer isso sem morrer, é comum usar protocolos onde o bloco 'pra morte' é de 20 min, ou 2 de 8 min, etc, e aí faz uns calculinhos pra chegar no maldito.

    Podes começar pegando algum intervalo constante de 20 min bem forte feito num treino. A pot média naquele intervalo é próxima ao FTP, desde que vc tenha aquecido BEM antes (bem pode ser até uma hora de sufoco quase máximo).

    Pra criar um treino vc tem que ter a última versão beta do aplicativo e clicar lá no 'custom worktout' e criar o bicho, arrastando uns bloquinhos e dimensionando a potência e tempo de cada intervalo. Apanhei uma hora no início e agora em 5 min crio um treino novo, se bem que depois de criar alguns é só usar... Depois me manda um email que eu copio umas telas qdo tiver no computador de casa.

    ResponderExcluir

Participe ! Deixe sua opinião, ou crie uma polêmica :-)