segunda-feira, 10 de maio de 2010

Testando o que não fazer no dia das mães

A chuva deu trégua e um dia azul, frio e ventoso amanheceu neste domingo dia das mães, coisa boa. Consegui sair de casa já tarde às 8 horas com compromisso de estar de volta até às 13 para almoço em família. Os suplementos estavam zerados, só tinha 3 gel em casa e mais nada. Arrumei um mínimo e saí para jurerê, passando pela beira-mar e elevado do cic (que asfalto horrível !!). Segui para a SC 401, fiz a volta tradicional e estiquei até o Floripa Shopping de novo. Lá pelos 80 Km parei numa mercearia e comi alguma coisa, tomei coca-cola e segui. No km 120 depois de muito ir e vir fiquei totalmente quebrado, comecei a pensar e vi que não tinha ingerido nem metade do que deveria. O ventão sul também não ajudava, pois no contra-vento o esforço era grande, e a favor também, mas aí para compensar e aproveitar um pouco a ajuda eólica.

Fiquei pensando em abreviar o pedal e ir direto pro almoço, também não correria. Parei mais uma vez, outra coca-cola, comprei bananas e chocolate e segui, o trecho final com vento a favor até os ingleses foi bem e quando cheguei já estava mehor, resolvi sair pra correr e testar como seria. Tomei o último gel com água e me mandei, sairam 7 km muito tranquilos à 4:40, fiquei surpreso com a recuperação, ou então a quebrada foi mais psicológica do vento e de 150 km de pedal sozinho dando voltas e inventando km. Tinha feito todos os longos na estrada e este foi dureza, é muito vai e vem, contei 16 retornos. O pedal fechou até que mais ou menos pro tanto de vento e retornos, 29,4 km/h efetivo e 28 km/h total com paradas. Bom, como é de conhecimento amplo e geral, a alimentação é determinante, decisiva e fundamental. Só pra confirmar.

O mais difícil deste treino foi chegar em casa e ver o pessoal já nos aperitivos, aquele cheiro de churrasco de domingo, comer um gel e sair correndo por mais meia hora ;-). E o melhor, finalmente o dia das mães, embora já sob olhares atravessados das mamães de plantão. De novo, parabéns e obrigado pela paciência com o elemento aqui. Lições: 1) Alimente-se direito. 2) Não se atrase.

2 comentários:

  1. Verdade, não se atrase, hehehehe

    ResponderExcluir
  2. Verdade... Senti nas pernas o que faz a falta de comida. Sábado corremos por 2h37 e comemos apenas uma paçoquinha por falta de opção e preguiça de comprar comida. Estou dolorida até agora...

    ResponderExcluir

Participe ! Deixe sua opinião, ou crie uma polêmica :-)