terça-feira, 9 de abril de 2013

IMB 2013 - Semana 13 - Entrando no clima


Largada
Essa semana teve a primeira e única prova de triathlon antes do Ironman Brasil 2013. Muito boa, no local do Ironman, na hora aproximada da largada, exatamente quando o sol nasce. Um grande dia azul, mar calmo e sem vento, temperatura boa, tudo que é esperado para o dia do Iron :-).

Mas antes a semana, que foi um pouco diferente, com um longo de corrida bem curto e bastante natação. A bike de quinta-feira eu fiz esgoelado e suei feito um louco, num dia que não parecia estar quente. Acho que foi a umidade. Estou conseguindo encaixar bons treinos de natação mesmo com o cansaço acumulado e parece que está melhorando, embora eu não entenda muito bem como. Já a corrida está boa e tenho usado uma estratégia muito discutida no ano passado: correr os longos mais leve para poder fazer os treinos de intensidade com mais qualidade - em todas as modalidades.

Todos Preparados
É incrível como faz diferença. Correr a 10-15 seg mais lento causa um estrago muito, mas muito menor. No ano passado saiam uns longos a 4:30, 4:35. Só que na prova não vou conseguir sustentar este pace nem a pau, então tenho feito os treinos na casa de 4:50 e o resultado tem sido muito bom. A velocidade não sumiu, como deu pra notar na meia de Floripa. Acho que vai dar certo.

Tá, mas voltemos à prova. Como num mini-iron, saí de casa às 4:50 da madrugada e fui direto para Jurerê. Estacionei perto do Taikô, montei a bike, calibrei pneus e comi uma banana. Aí fui pro checkin procurar o Aracajú (vulgo Diogo), que pegou meu kit no congresso de sábado, quando eu estava num churrasco (não façam isso). E depois a noite comi sushi (não façam isso de novo).

Achei o Araca e deixei a bike, arrumei as tralhas e fui no banheiro. Voltei pra arrumar mais tralhas e fui pra praia aquecer. Mar flat e horizonte alaranjado anunciavam um belo dia, folhas dos coqueiros imóveis. Aqueci na água já quente e largamos na pancadaria de sempre, para duas voltas de aprox. 900 m que viraram 2 km. Um contorno na areia e saí pra transição depois de nadar solto, reto e bem. Ficou a sensação de que poderia ter forçado mais, mas saiu um tempo legal pros padrões de âncora aqui: 29:20.

Transição rápida e fui pra bike com o batimento bem alto, 165 bpm. Eram 6 voltas de 9 km (deveriam ser 10 km) com três retornos de 180º e duas passagens por 400 m de lajotas por volta. Soquei a bota no começo e o batimento ficou lá em cima e eu fui afogando, tive que deixar baixar pra uma zona suportável e segui me esgoelando.

Entrei num regime permanente razoavelmente forte mas ainda bem suportável, forçando a cada retomada ou ultrapassagem. A FC saiu bem alta, uma média de 157 não é baixo não. Só que não gostei nada do resultado. Muito lento e com um esforço significativo. Claro que fui sem roda e capacete aero, mas isso não afeta muito naquele circuito travado. Ainda não saiu o resultado, mas provavelmente vou ver de novo uma natação muito boa, corrida melhor ainda e bike sofrível :-). Tenho que dar um jeito nisso, o treino precisa ser compatível com a prova, e na bike isso tá me irritando. Tudo bem que foi só uma prova, com características bem diferentes, mas preciso melhorar. Arriscar mais na bike, a corrida é boa e deve dar pro gasto, vai ter que dar.

Pedal

Já a corrida começou travada, mas só na aparência. Esqueci de dar o lap ao sair da T2 e quando fui olhar não tinha pace nem nada, estava lá contando a transição ainda. Foram uns 500 m e quando passei para o modo corrida estava a 3:45 achando que estava lerdo. Incrível como é fácil correr muito forte saindo da bike. Segui num ritmo constante, a FC foi absolutamente igual em todos os laps, acho que corri no limiar o tempo todo.

Foram 16 km em 3 voltas na avenida dos búzios, onde passa o Iron, com um retorno no clube doze. Realmente prova pra entrar no clima. Na segunda volta tive que fazer um pitstop fisiológico de grande eficiência e na chegada consegui a proeza de passar reto do pórtico. Não sei como não vi os cones, as placas e o pórtico, mas corri pelo lado e cheguei na tenda de frutas perguntando onde é que terminava a prova. Voltei por trás da chegada e causei uma confusão nas staffs que estavam ali marcando o final da prova. Não sei se isso não gerou alguma penalização. Fechei a corrida à 4:14/km e a prova em 3h18min.

Depois fiquei lá esperando a premiação, saiu um quarto lugar na categoria. Uma prova muito disputada e de altíssimo nível, muitos atletas rápidos, fiquei contente mas ainda assim não satisfeito com a bike, só que surpreso com a natação e feliz com a corrida :-). Muito bom competir no lugar da prova, com amigos por todos os lados. Dia sensacional. O Aracajú fez sua estréia no triathlon numa prova lá longa e mandou ver, parabéns !!!

Voltei pra casa depois da premiação e tentei descansar por uns 30 min. Aí fui brincar com o Arthur, que queria ir no parque de coqueiros e no cinema. Optamos democraticamente pelo cinema ;-). Almocei às 15:00 e fui arrumar todas as tralhas, lavar as roupas e tirar a bike do carro. Aí descansei de novo e apaguei por uns 20 min. Fiquei novo.

Fomos assistir os Croods, um baita filme de animação. Situado na pré-história, fala de relacionamentos e inovação, uma coisa difícil de encaixar num desenho, não ? Bem bolado, tem um personagem que deve virar ícone, tipo o esquilo da era do gelo, vale a ida ao cinema (dá pra ir de meia de compressão e ficar com as pernas pra cima :-). Muito bom mesmo, fechou bem o dia que terminou cedo, não lembro de ter dormido antes das 23 horas há muito tempo...

E na segunda-feira corri 14 km. Eu não acreditava em corrida regenerativa mas tô passando a crer. Voltei melhor do que quando fui, e hoje terça estou zerado depois de nadar. Inacreditável dado o estado que estava segunda-feira cedo.

Os Croods

9 comentários:

  1. Parabéns pela prova e segue firme que o iron vem ai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Puma !! Vamos com tudo, que venha o Ironman !

      Excluir
  2. Legal a prova hein... parabéns Pina, baita tempo.
    Que realmente o clima esteja assim no dia do Iron... é o que mais quero.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Milton ! Vamos esperar por isso ! Maio sempre tem tempo bom... Abraço !

      Excluir
  3. Salve, salve !!!
    Sempre voando baixo.
    Se a sua natação é de ancora, eu prefiro não falar sobre a minha.
    Ah, será que um big gear nesse pedal nao baixaria a frequencia? Mas, acho que é preciso treinar dessa forma, antes de por em prática.
    O Biel tb viu o Croods, mas eu fiquei com a Julia andando no xopin e a esposa foi com ele. Ele curtiu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Xampa !

      A natação tá boa sim, é que pros meus padrões de piscina, com virada de sapo, etc, fiquei surpreso :-).

      Cara, é bem isso. Ontem pensei nisso. Deveria ter usado uma cadência mais baixa sim, vinha fazendo isso em provas longas. A RPM média deu 87 e no final subiu ao invés de cair. Acho que foi função do último km ser contra o ventinho leve e com trechos em lajota, mas deveria ter rodado mais pesado sim.

      Show o filme sim, vale a pena.

      Abraço

      Excluir
  4. Pina, eu fiquei torcendo que o sol rachasse o côco da galera, pois eu treinei no calor. Quando vi o sol fiquei achando que faria um calor infernal. Mesmo assim a prova saiu dentro dos meus parâmetros (lento) e to feliz com meu resultado. Lógico que não chego nem perto de ti mas pra mim, tá bom rs. Se eu conseguir correr assim no Iron sem caminhar tenho certeza que diminuo mais uns 30 minutos do ano passado, esse é o objetivo.
    Parabéns pela colocação, valeu a pena passar fome e esperar o resultado final.

    ResponderExcluir
  5. Pois então Pina, eu nunca pensei em levar comida na bike, deixo ela o mais pesada possível nos treinos e mais leve na corrida. Ano passado levei uma caramanhola só com a Accelerade e o aerodrink com gatorade, esse ano vou levar só o aerodrink eu acho, o resto pego no caminho. Ano passado deixei uma sacola com várias coisas pra comer no SN, enfiei dentro da camisa, mas com o vento contra nos 40 km finais nem consegui comer quase nada. Então pensei em pegar o kit na primeira volta já, tentar ganhar uns minutos na primeira volta, e parar uns 3 minutos pra pegar tudo e tirar aquela água do joelho. Vamos ver, preciso conversar com o Roberto a opinião dele.
    Vlw abraço

    ResponderExcluir

Participe ! Deixe sua opinião, ou crie uma polêmica :-)